Histórico

A criação do Programa de Pós-Graduação em Currículo, Linguagens e Inovações Pedagógicas (PPGCLIP) e de seu curso de Mestrado Profissional em Educação (MPED) é fruto da forte demanda nacional para a formação pós-graduada stricto sensu de profissionais da Educação Básica. Diante dessa realidade, a Faculdade de Educação (FACED), da Universidade Federal da Bahia (UFBA), a partir de inúmeros diálogos com a comunidade acadêmica, resolveu ampliar a oferta de formação nesta modalidade. Destacam-se duas vertentes motivadoras dessa decisão: a) Em escala nacional, as metas do Plano Nacional de Educação que apontam a necessidade de expansão do número de profissionais da educação com pós-graduação stricto sensu no país e a importância da atuação dos mesmos na Educação Básica, conforme estabelecem as metas 14 e 16 do PNE; b) Em escala local, a existência prévia de um já consolidado Programa de Formação Continuada em parceria com municípios do interior baiano, a exemplo dos cursos de Graduação em Pedagogia, ofertados em parceria com os municípios de Irecê e Tapiramutá, e a Pós-Graduação lato sensu, Especialização em Currículo, ofertada em parceria com municípios do Território de Identidade de Irecê-BA. 
 
É de conhecimento geral que o número de profissionais da Educação Básica com curso de mestrado é incipiente no país como um todo; a maior parte dos profissionais que se qualifica nesse nível de estudos pertence aos grandes centros urbanos e, além disso, existe uma tendência de migração de tais profissionais para a docência no ensino superior. Assim, pretende-se que o PPGCLIP, através de seu curso de Mestrado Profissional, seja fator de acesso de profissionais da Educação Básica, especialmente de regiões interioranas do país, à pós-graduação stricto sensu.
 
As duas primeiras turmas do MPED – 2013/15 e 2015/17 – foram oferecidas para três municípios do Território de Identidade Irecê-Ba: Irecê, Ibititá e Lapão, mediante convênio. Esse foi um processo possível devido à ressonância que os programas de formação em exercício, oferecidos pela FACED/UFBA, obtiveram nesse território. Importa salientar que a demanda inicial de implementação do curso vem também favorecendo a criação de articulações para a composição de um programa multicampi junto a outras universidades baianas e de outros estados brasileiros, a fim de abarcar as demandas de variadas instâncias das diversas redes de ensino do país. Isso pode ser observado, levando em consideração que a terceira turma do curso se estabeleceu por convênio com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano, abarcando uma rede pública de educação federal, fora do estado da Bahia. Seguiu, também, nessa linha, a quarta turma do curso, estabelecida em convênio com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo, sediada no campus Nova Venécia, região norte do estado. 
 
Em 2020, o Mestrado Profissional em Educação conta com 70 trabalhos de conclusão defendidos, na modalidade Projetos de Intervenção e vem desenvolvendo pesquisas para compreender as ressonâncias do curso na formação de egressos, bem como nas redes de Educação em que atuam. A implantação do PPGCLIP-MPED vem contribuindo para a democratização do acesso ao ensino de pós-graduação a profissionais de redes públicas de educação e no fortalecimento da relação entre a Educação Superior e a Educação Básica, aproximando ambientes de formação e de pesquisa a partir da articulação entre teorias, conhecimentos e práticas.